Selo Nyota

Coordenação

Franciéle Carneiro Garcês da Silva

Nathália Lima Romeiro

Receba nossas atualizações
Acesso aberto

Todos os livros divulgados neste site são de acesso aberto

Creative Commons

Todos os livros divulgados neste site estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

© 2023 by Franciéle Carneiro Garcês da Silva e Nathália Lima Romeiro e Wix.comTerms of Use  |   Privacy Policy

CHAMADA DE CAPÍTULOS

Bibliotecári@s negr@s: Pesquisas e experiências de aplicação da Lei 10.639/2003 na formação bibliotecária e nas bibliotecas


Organização: Franciéle Carneiro Garcês da Silva e Graziela dos Santos Lima


Publicado por Selo Nyota/Rocha

 

Ementa: Seguindo a sequência que tem se mantido a respeito do protagonismo de bibliotecári@s negr@s e suas epistemologias, experiências e desafios, o novo volume intitulado “Bibliotecári@s negr@s: pesquisas e experiências de aplicação da Lei 10.639/2003 na formação bibliotecária e nas bibliotecas” tem a finalidade de contribuir para a divulgação de ações e pesquisas para a implementação da Lei Federal nº 10.639/2003, que inclui no currículo oficial a obrigatoriedade da temática da história e cultura africana e afro-brasileira, assim como o Parecer CNE 003/2004, que estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.

Para tanto, os capítulos deverão apresentar experiências profissionais (sejam elas ações culturais, projetos de pesquisa, projetos de extensão, entre outros), pesquisas (pesquisas de trabalho de conclusão de curso, pesquisas de dissertação, pesquisas de tese, artigos) e demais ações e discussões realizadas dentro dos espaços de educação, nas bibliotecas ou unidades de informação, assim como as resistências enfrentadas pelo/a bibliotecário/a negro/a ao longo desses 16 anos de implementação da lei.

Em síntese: O que desejamos é demonstrar como fazer a inserção da história e culturas africana e afrobrasileira na prática bibliotecária, no ensino e na pesquisa em BCI, trazendo as experiências de bibliotecári@s negr@s, bem como suas discussões teóricas.

Os critérios para participação são:

i. O/a autor/a deve ser um/a bibliotecário/a negro/a.

ii. Os capítulos escritos para o livro são em formato acadêmico e devem seguir a presente ordem:

a) - Título;

b) - Autoria e resumo da biografia dos/as autores/as (máximo três autores/as e autor/a principal precisa, necessariamente, ser negro/a e bibliotecário/a);

c) - Introdução com objetivo geral (e se houver, objetivos específicos);

d) - Justificativa;

e) - Desenvolvimento (pode conter seções e subseções);

f) - Resultados (se houver);

g) - Considerações finais; e

h) - Referências.

iii. A paginação é o mínimo de 15 páginas e máximo de 25 páginas em tamanho A5. O Texto deve ser escrito em letra Palatino Linotype, tamanho 11, espaçamento entre linhas simples, recuo primeira linha de cada parágrafo de 1 cm.

iv. Lembramos que, como nas outras edições, os custos editoriais do livro são divididos por capítulo. Os livros impressos são pedidos sob encomenda e valor de custo é definido pós-produção.

v. Solicitamos, em resposta a esta divulgação, o título do capítulo e as/os autoras/es até o dia 29/02/2020 enviado para Franciéle (francigarces@yahoo.com.br) e Graziela (graziela.dsl@gmail.com);

vi. O texto completo deve ser entregue até dia 31/04/2020 e deve ser enviado para Franciéle (francigarces@yahoo.com.br) e Graziela (graziela.dsl@gmail.com).

O Lançamento ocorrerá em agosto de 2020, no II ENCONTRO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRI@S NEGR@S E ANTIRRACISTAS!

CHAMADA DE CAPÍTULOS

O protagonismo da Mulher na Biblioteconomia e Ciência da Informação: celebrando a contribuição intelectual e profissional de mulheres latino-americanas


Organização: Franciéle Carneiro Garcês da Silva e Nathália Lima Romeiro


Publicado por Selo Nyota/Rocha

 

Ementa: O protagonismo de mulheres que colaboraram com a construção da Biblioteconomia e Ciência da Informação latino-americanas é o foco deste terceiro volume. Visamos evidenciar a biografia, contribuições teóricas e profissionais de bibliotecárias e profissionais da informação. Serão aceitos capítulos oriundos de pesquisas de trabalhos de conclusão de curso, dissertações e teses, assim como projetos, relatos de experiência e demais contribuições teórico-profissionais.

 

 

 

Os critérios para participação são:

 

i. A autoria deve ser de mulheres (cis e trans), as outras pessoas autoras podem ser de outros gêneros e sexos.

ii. Os capítulos escritos para o livro são em formato acadêmico e devem seguir a presente ordem:

 

a) - Título;

b) - Autoria e resumo da biografia dos/as autores/as (máximo três autores/as e autor/a principal precisa, necessariamente, ser mulher);

c) - Introdução com objetivo geral (e se houver, objetivos específicos);

d) - Justificativa;

e) - Desenvolvimento (pode conter seções e subseções);

f) - Resultados (se houver);

g) - Considerações finais; e

h) - Referências.

 

iii. A paginação é o mínimo de 15 páginas e máximo de 25 páginas em tamanho A5. O Texto deve ser escrito em letra Palatino Linotype, tamanho 11, espaçamento entre linhas simples, recuo primeira linha de cada parágrafo de 1 cm.

iv. Lembramos que, como nas outras edições, os custos editoriais do livro são divididos por capítulo. Os livros impressos são pedidos sob encomenda e valor de custo é definido pós-produção.

v. Solicitamos, em resposta a esta divulgação, o título do capítulo e as/os autoras/es até o dia 29/02/2020 enviado para Franciéle (francigarces@yahoo.com.br) e Nathália (ntromeiro91@gmail.com);

vi. O texto completo deve ser entregue até dia 31/05/2020 e deve ser enviado para Franciéle (francigarces@yahoo.com.br) e Nathália (ntromeiro91@gmail.com);

 

O Lançamento ocorrerá em eventos científicos da área no ano de 2020.

CHAMADA DE CAPÍTULOS

Repensar o sagrado: as tradições religiosas no Brasil e sua dimensão informacional


Organização: Diogo Jorge de Melo, Luane Bento dos Santos, Nathália Lima Romeiro, Thayron Rodrigues Rangel


Publicado por Selo Nyota/Rocha

Ementa:

A Ciência da Informação e suas áreas correlatas que desenvolvem questões de preservação, gestão e manutenção dos documentos e das informações neles contidas, no caso a Arquivologia, Biblioteconomia, Museologia e áreas afins possibilitam a constituição de diversos olhares específicos em suas transdisciplinaridades.

Esta obra se propõe à construção de saberes que dialogam com estas áreas acadêmicas e com as tradições de religiões em suas amplitudes. Principalmente segmentos que se encontravam em lugares de subalternização devido aos processos coloniais, como o caso do racismo que enfrentam as tradições religiosas, pautadas na oralidade, onde o principal meio de preservação de sua memória encontra-se fortemente atrelado a seus processos de ritualística, como os segmentos afro-diaspórico e indígena.

A importância deste tema se configurou por recentemente estarmos testemunhando uma crescente onda de ataques a terreiros e outros espaços religiosos, munidos de um discurso de ódio de soberanias religiosas, que se colocam em contexto de monologismo.

Desse modo, se faz necessário o registro e divulgação das ações realizadas nos mais diversos espaços religiosos, como terreiros, aldeias, igrejas e outros templos. Também buscamos reunir ações relacionadas à religiosidade desenvolvidas em espaços de informação, educação e memória como nos arquivos, bibliotecas e museus. Sendo assim, esta obra tem o objetivo de ampliar a percepção epistêmica de diversas realidades no mundo, que compartilhe boas práticas e experiências profissionais existentes.

Objetivamos oportunizar o diálogo e o pensar dos lugares/instituições apontadas como espaços de representações e manifestações culturais epistêmicas, que asseguram a manutenção especifica dos saberes produzidos em diversos contextos religiosos. Assim, abrimos espaço para que as possibilidades de memória possam se apresentar em um sentido de disseminar boas práticas informacionais.

Poderão submeter seus trabalhos, pesquisadores que apresentem discussões teóricas e práticas sobre tradições religiosas e religiosidade, que busquem despertar e compartilhar diversas possibilidades de construção de saberes não hegemônicos.

Os capítulos deverão apresentar experiências profissionais (sejam elas ações culturais, projetos de pesquisa, projetos de extensão, dentre outros), pesquisas (trabalho de conclusão de curso, monografia, dissertação, tese) e artigos que abordem discussões realizadas dentro dos espaços religiosos ou de representação religiosa, como arquivos, bibliotecas, museus e outras instituições culturais ou espaços de preservação e disseminação da informação, como as novas mídias.

Os critérios para participação são:

 

i. Os capítulos escritos para o livro são em formato acadêmico e devem seguir a presente ordem:

 

a) - Título;

 

b) - Autoria e resumo da biografia dos/as autores/as (máximo três autores por capítulo)

 

c) - Introdução com objetivo geral (e se houver, objetivos específicos);

 

d) - Justificativa;

 

e) - Desenvolvimento (pode conter seções e subseções);

 

f) - Resultados (se houver);

 

g) - Considerações finais; e

 

h) - Referências.

 

iii. A paginação é o mínimo de 15 páginas e máximo de 25 páginas em tamanho A5. O Texto deve ser escrito em letra Palatino Linotype, tamanho 11, espaçamento entre linhas simples, recuo primeira linha de cada parágrafo de 1 cm.

 

iv. Lembramos que os custos editoriais do livro são divididos por capítulo. Os livros impressos são pedidos sob encomenda e valor de custo é definido pós-produção.

 

v. Solicitamos, em resposta a esta divulgação, o título do capítulo e as/os autoras/es até o dia 31/03/2020 enviado para algum dos seguintes e-mails: Thayron Rangel (thayron.rangel@gmail.com), Diogo Melo (diogojmelo@gmail.com); Luane Bento (luanebentosantos@gmail.com) ou Nathália Romeiro (ntromeiro91@gmail.com)

 

vi. O texto completo deve ser entregue até dia 30/05/2020 e deve ser enviado para algum dos e-mails descritos acima.

 

vii. Serão aceitos capítulos nos idiomas português e espanhol.

O Lançamento ocorrerá em outubro de 2020, durante o XXI ENANCIB!

 

 

 

Editais abertos